Ocorreu um erro neste gadget

16 de dezembro de 2011

PAPAI NOEL? EU NÃO ACREDITO

Em Papai Noel eu não acredito
Velhinho mentiroso está ali
fica pelas portas, das lojas, do comércio
incentivando as crianças a pedir

O que pedir, Papai Noel?
Um sapato, uma bola, um carrinho?
Tantas crianças vivendo ao léu
Tanta gente vivendo sem carinho

Ela queria uma boneca, a menina,
que tivesse roupinhas para trocar
O brinquedo que ela viu, lá na vitrina,
e o seu papai nunca pode comprar

Comprar como? Tirar do salário,
minguado, com o desemprego às portas?
O preço? Só se for no crediário,
e o pai já não consegue nem pagar as contas...

O Natal não é presente, não é o velhinho
das barbas brancas, e a roupa em tom vermelho
É mais que isso, é Jesus que está nascendo
trazendo a vida, em lugar do desespero

Quando Ele chega, altera logo o rumo
da tua vida, faz reviver a Esperança
Leva tuas dores, o desespero, tudo,
e te faz feliz, te faz como uma criança

Deixa Ele entrar, pois Ele está batendo,
Jesus está pedindo para entrar.
Abre-lhe a porta, o Natal está chegando
e Jesus, em tua casa quer cear
                                                                                                      Elio/2004

Um comentário:

Deixo claro que:

Ocorreu um erro neste gadget

Quando me ponho a pensar, logo penso em pescar.

Mas é bom pescar,
pois, enquanto pesco, dá para meditar.
Sentir o peixe pegando,
sentí-lo comendo a isca...
É um prazer maravilhoso,
Sei que não há quem resista.
No final do dia, cansado, com vários peixes no covo,
já estou desestressado, pronto pro trabalho, de novo.


><> ~~~~~~ <><